sábado, novembro 19, 2005

Concurso de Ilustração de Dinossauros 2005: 1º prémio vai para a Espanha


O primeiro prémio do Concurso Internacional de Ilustração de Dinossauros, que o Museu da Lourinhã organiza pelo quinto ano consecutivo, desta vez com o apoio do Jornal Público. O Concurso consolida a sua importância internacional e vencedor, o espanhol Xavier MacPherson, irá receber 1000 Euros.

A edição deste ano do Concurso Internacional de Ilustração de Dinossauros, organizado pelo Museu da Lourinhã desde 2001, teve a participação de 18 artistas com 28 trabalhos de 13 países.
Obras provenientes de Austrália, Brasil, Bulgária, Canadá, Equador, Espanha, França, Holanda, Japão, Polónia, Portugal, Inglaterra, e Suécia foram apreciadas pelo júri que avaliou a qualidade técnica e rigor científico.
Este júri é composto por cinco membros: 2 paleontólogos (Miguel Telles Antunes e Octávio Mateus) e 3 artistas (Fernando Correia, Nuno Farinha e José Projecto), todos com prática em desenhar dinossauros. Este ano só houve dois portugueses a participarem, sendo um deles galardoado com uma Menção Honrosa.


O espanhol Xavier MacPherson, que agora arrebatou o primeiro prémio, já tinha participado em edições anteriores do certame e agora atingiu o primeiro lugar, levando 1000 euros para casa, devido à sua obra a cores de um dinossauro carnívoro com penas Microraptor.

O segundo prémio, recebido pelo brasileiro Maurílio Oliveira, representa outro dinossauro com penas, Sinornithosaurus. Este artista tem sido um participante regular em todas as edições do concurso. Esta ilustração científica valeu-lhe 500 euros.

O terceiro prémio foi atribuído ao canadiano Dino Pulerà. A sua ilustração, que tem um elevado rigor científico, mostra um crânio do famoso Tyrannosaurus rex. Esta ilustração, que mereceu um prémio de 250 euros, mostra a importância da ilustração científica na paleontologia.

O objectivo deste concurso é promover a ilustração de dinossauros, em particular de dinossauros portugueses, e criar um banco de imagens de apoio à paleontologia. Nas cinco edições do certame, o Museu da Lourinhã já recebeu mais de 200 ilustrações de 30 países e já começa a fidelizar alguns artistas internacionais. Este concurso já é visto por muito como o mais importante e conceituado nesta temática.

O co-organizador e principal patrocionador desta edição foi o Público S.A., na sua vertente de apoio a eventos culturais e científicos em Portugal.

Os vencedores foram:
1º Premio:
Xavier MacPherson, de Espanha com: Microraptor gui
2º Prémio:
Maurílio Oliveira, do Brasil com :Sinornithosaurus millenii
3º Prémio:
Dino Pulerà, do Canadá com: Juvenile Tyrannosaurus rex skull

Menções Honrosas:
Alan Lam
, da Austrália com: Lourinhã no Jurássico
Maura Barreto, de Portugal com: Velociraptorinae
Maurílio Oliveira, do Brasil com: Dois jovens Lourinhanosaurus abatem um Dacentrurus quando aparece um Allosaurus oportunista
Pablo Lara Herrera, do Equador com: Neuquensaurus australis & Alvarezsaurus calvoi
Xavier MacPherson, de Espanha com: Dsungaripterus

O Museu da Lourinhã já está a preparar a sexta edição do Concurso Internacional de Ilustração Científica, cujo o prazo de entrega das obras é 31 de Julho de 2006.

As obras vencedoras estarão expostas no Museu da Lourinhã até ao fim de Novembro.

2 comentários:

edwardjones30595959 disse...

Make no mistake: Our mission at Tip Top Equities is to sift through the thousands of underperforming companies out there to find the golden needle in the haystack. A stock worthy of your investment. A stock with the potential for big returns. More often than not, the stocks we profile show a significant increase in stock price, sometimes in days, not months or years. We have come across what we feel is one of those rare deals that the public has not heard about yet. Read on to find out more.

Nano Superlattice Technology Inc. (OTCBB Symbol: NSLT) is a nanotechnology company engaged in the coating of tools and components with nano structured PVD coatings for high-tech industries.

Nano utilizes Arc Bond Sputtering and Superlattice technology to apply multi-layers of super-hard elemental coatings on an array of precision products to achieve a variety of physical properties. The application of the coating on industrial products is designed to change their physical properties, improving a product's durability, resistance, chemical and physical characteristics as well as performance. Nano's super-hard alloy coating materials were especially developed for printed circuit board drills in response to special market requirements

The cutting of circuit boards causes severe wear on the cutting edge of drills and routers. With the increased miniaturization of personal electronics devices the dimensions of holes and cut aways are currently less than 0.2 mm. Nano coats tools with an ultra thin coating (only a few nanometers in thickness) of nitrides which can have a hardness of up to half that of diamond. This has proven to increase tool life by almost ten times. Nano plans to continue research and development into these techniques due to the vast application range for this type of nanotechnology

We believe that Nano is a company on the move. With today�s steady move towards miniaturization we feel that Nano is a company with the right product at the right time. It is our opinion that an investment in Nano will produce great returns for our readers.

Online Stock trading, in the New York Stock Exchange, and Toronto Stock Exchange, or any other stock market requires many hours of stock research. Always consult a stock broker for stock prices of penny stocks, and always seek proper free stock advice, as well as read a stock chart. This is not encouragement to buy stock, but merely a possible hot stock pick. Get a live stock market quote, before making a stock investment or participating in the stock market game or buying or selling a stock option.

franharolds7004 disse...

I read over your blog, and i found it inquisitive, you may find My Blog interesting. My blog is just about my day to day life, as a park ranger. So please Click Here To Read My Blog